Lar Style

Dicas Inspirações

Plantas para iniciantes: melhores espécies + dicas de cuidados

Quer cultivar uma verdadeira selva dentro da sua casa? Ou prefere um vasinho mais discreto? Não importa, aqui você encontra as melhores dicas e plantas para iniciantes!

Já diria uma antiga música brasileira: as flores de plástico não morrem! Mas se você quer investir nas versões vivas, é necessário ter cuidados básicos para que elas se mantenham bonitas e saudáveis.

Saiba mais: Decoração viva: 5 dicas para a saúde das plantas da sua casa

E para te ajudar a dar o pontapé nessa sua missão “louca das plantas“, separamos as melhores opções para iniciantes e dicas práticas para facilitar o seu dia. Confira!

Plantas para iniciantes - como começar

Plantas para iniciantes: como começar?

Ter as plantinhas em casa vai além de simplesmente comprar um vaso e colocá-lo no lugar que achar mais bonito. Se você não tem muita ideia por onde começar, o ideal é planejar antes de colocar a mão na massa – ou melhor, na terra!

Leve em consideração o tempo que tem disponível para cuidar delas e quais espaços os vasos vão ocupar. Isso vai ajudar a decidir qual o melhor tipo para viver no seu lar.

Você vai encontrar plantas para iniciantes que precisam de doses diferenciadas de luz e água, que precisam ficar no alto ou no chão, que pedem vasos grandes e pequenos. Ou seja, não adianta nada escolher uma folhagem sem colocar esses pontos em pauta, afinal, as chances de não conseguir oferecer os elementos que ela necessita são grandes.

Vale lembrar que algumas das plantas dessa lista não são recomendadas para quem tem pet em casa, mas você confere mais sobre o assunto clicando aqui.

Plantas para iniciantes - Espécies

Escolha a sua!

Existe uma grande variedade de flores e folhagens para dar vida à sua casa, apartamento ou escritório. Mas algumas espécies são mais fáceis de cultivar e se tornam ótimas aliadas de quem não tem muita prática. Veja quais são:

  • Rosa de Pedra

A Rosa de Pedra, assim como as suculentas em geral, é uma das plantas para iniciantes mais fáceis de cuidar. Ela vai muito bem em vasos pequenos, necessita de poucos cuidados e você não precisa regá-la constantemente.

Dica de cultivo: ela é capaz de se adaptar a diferentes temperaturas e ambientes, mas não se esqueça de deixá-la próxima de uma boa fonte natural de luz, ok?

  • Espada de São Jorge

Além de ser cultivada tanto em jardins abertos quanto em vasos, a Espada de São Jorge é bem resistente, não exige muita luz ou água. Para os mais supersticiosos, ela também ajuda a tirar as energias negativas do espaço e é uma excelente umidificadora de ar.

Dica de cultivo: você só precisa regá-la uma vez na semana, mas é bom evitar encharcar demais a terra em que ela estiver plantada.

  • Samambaia

Essa é uma planta  muito popular e que consegue dar uma nova cara para qualquer cômodo. Geralmente, elas ficam em vasos suspensos, mas é claro que você pode adicioná-la à decoração de outra maneira. Diferente das opções anteriores, ela já pede um pouco mais de água, cerca de duas vezes por semana. Ou seja, os mais esquecidos precisam redobrar a atenção caso resolva ter uma samambaia.

Dica de cultivo: ela possui uma folhagem mais delicada, então, evite deixar exposta ao sol ou em lugares com forte corrente de vento. Luminosidade indireta é o ideal!

Plantas para iniciantes - Samambaia

  • Jibóia

Parte da família das trepadeiras, a Jibóia também deixa um aspecto lindo no seu espaço. Os cuidados são semelhantes ao da samambaia, mas ela precisa de suportes para conseguir crescer, como estacas, madeiras, treliça ou outros itens de apoio que tiver por aí.

Dica de cultivo:  a frequência da rega é de duas vezes na semana e as folhas sinalizam quando estão com falta de água – mas nada de chegar a esse ponto, ein?

  • Lírio da Paz

Agora, se você quer um toque diferenciado e charmoso na sua decoração, nada melhor do que o Lírio da Paz. Ele já prefere sombra e lugares úmidos, então, apartamentos pequenos podem aliar o uso ao visual do banheiro, por exemplo.

Dica de cultivo: ele se adapta muito bem a vasos e precisa de água uma vez na semana! Caso as flores fiquem com um aspecto esverdeado, é porque está faltando luz – assim, considere mudá-lo de lugar.

  • Costela de Adão

Apesar de precisar de uma rega mais constante, ela é uma super queridinha. O solo deve estar sempre úmido e ela pode tanto ficar em vasos quanto em canteiros. Ah, você ainda consegue aliar a beleza dela com a de outras plantas no mesmo recipiente, formando um arranjo maravilhoso!

Dica de cultivo: A Costela de Adão é linda, mas não é inofensiva. A folha e o caule apresentam toxidade e é necessário ter cuidado durante o manuseio.

  • Bromélia

A bromélia é uma alternativa para dar uma cor diferente ao seu ambiente. Ela gosta de luz e calor, pedindo que você coloque água com frequência. Só que tudo deve ser feito com bastante cuidado e não é recomendado deixá-la exposta ao sol diretamente.

Dica de cultivo: em vez de regar só as raízes, coloque a água também nas folhas, ajudando na distribuição.

Materiais essenciais para as plantinhas

Depois de te dar várias opções de plantas para iniciantes, chegou a hora de te contar sobre as ferramentas utilizadas no cultivo.

Ter vasos adequados para o tamanho de cada espécie é importante para que ela tenha uma longa vida. De nada adianta ter todos os cuidados mas não colocá-la no compartimento correto, né? Outro material fundamental é o regador ou borrifador, pois eles vão ajudar a direcionar a água sem exageros.

E é claro que você pode usar as mãos para mexer nos vasos ou no canteiro, mas se preferir investir em diferentes materiais, uma tesoura de poda, um garfo e uma colher de jardineiro dão um upgrade na atividade.

Plantas para iniciantes - Cuidados e ferramentas

Dicas para otimizar os cuidados

> Tire um tempinho no dia para fazer as regas da semana e, caso algum dos seus vasos peça mais frequência de água, não deixe de dar essa atenção especial;

> Coloque-as em recipientes que façam a drenagem adequada da água. Isso evita que o acúmulo do líquido danifique as folhas e flores;

> Se a sua plantinha pede bastante luz e você tem pouco espaço com luminosidade natural, escolha um momento do dia para movimentá-la e deixá-la receber a energia que tanto precisa! Depois é só voltar o vaso para o canto original;

> Sempre que sentir a necessidade, faça a poda das folhagens que estiverem secas ou doentes;

> Atente-se para a terra e, se necessário, faça adubações ou perfurações para que ela trabalhe da maneira correta;

> Seja um verdadeiro observador: muitas vezes, a planta vai dar indícios se algo está faltando, então, a melhor opção é ir testando e adaptando à sua rotina.

Gostou das nossas dicas de plantas para iniciantes? Então, se está pronto para montar o seu jardim no cimento, confira as opções de vasos que separamos para você:

    Comente

    instagram @moblybr

    Instagram

    Instagram did not return a 200.

    Follow Me!

    Copyright © 2017 Mobly.com.br. Todos os direitos reservados.