Lar Style

Dicas

Luz natural: 4 formas de aproveitar melhor em casa

A luz artificial é um importante detalhe dos projetos de decoração. Contudo, principalmente nos dias de hoje, tem-se uma melhor consciência da importância de planejar o aproveitamento de luz natural na arquitetura.

Afinal, a luz natural traz uma série de benefícios para o lar, como melhoria na qualidade de vida, aumento de produtividade, economia com energia elétrica e muito mais.

Dentro de casa, você pode contar com várias soluções diferentes que levam os raios do sol até pontos específicos, reduzindo a necessidade de acendimentos de lâmpadas. Se você tem interesse em saber mais sobre luz natural, continue a leitura deste conteúdo, vamos falar mais sobre o assunto.

#1 Pele de vidro e janelões

A integração interior-exterior é uma estratégia de projeto arquitetônico que agrada muitas pessoas. Em parte, isso permite que, de dentro de casa, se possa apreciar a vista do lado de fora, tendo a impressão de que os cômodos habitados são mais amplos.

Mas o mais importante é que isso também faz os espaços contarem com mais claridade, inclusive facilitando a execução de certas atividades dentro dos ambientes.

Já as peles de vidro são aqueles grandes panos fixos – blindados – que fazem o fechamento de fachadas. Também existem os janelões, que ainda deixam passar ventilação natural.
Estas grandes aberturas são uma característica, por exemplo, de construções em estilo moderno e industrial. E atualmente ainda existem os sistemas de placas de vidro sem caixilhos, que deslizam sobre estrutura de fibra, aumentando a área de passagem de luz para os ambientes.

#2 Portas e janelas de vidro

Claro que não podem faltar nesta lista as alternativas de portas e janelas de vidro. As esquadrias de madeira são as mais comuns, inclusive com desenho interno quadriculado, combinando bastante com construções em estilos do tipo colonial.

Existem também as em alumínio e PVC. E, por fim, as peças do tipo blindex, com esquadria ultrafina e chapas internas de vidro com tratamento térmico – temperado -, muito mais resistentes.

#3 Rasgos de vidro

Os rasgos de luz podem ser como as peles de vidro ou como as janelas de vidro, só que em dimensões menores. Sua função é dupla: levar um visual diferente para as arquiteturas de fachadas e também luz em maior abundância para as arquiteturas de interiores.

O interessante é que, olhando de dentro da casa, tais elementos geralmente fazem contornos e destacam importantes focos da decoração – como armários, lareiras e painéis para TV.

Observação: a justificativa da instalação de rasgos ao invés de janelas comuns é a otimização de espaço. Ou seja, é quando se tem a intenção de aproveitar ao máximo a área de piso, sem interferência da abertura de folhas de vidro e não havendo a necessidade de ventilação natural dentro dos cômodos.

#3 Luz direta e indireta

Às vezes, a iluminação natural precisa ser “trazida de longe” para clarear certos ambientes de casa. Por exemplo, os raios de sol ultrapassando a barreira do vidro da janela instalada na lavanderia chegando até a cozinha em fita, na sequência.

Ou pode-se fazer uma passagem de luz natural na cobertura da casa, levando claridade para salas, banheiros, corredores, caixas de escadas, e mais.

Nesta linha, podemos citar as cúpulas arredondadas e as clarabóias – chapas retas de vidro – que “rasgam” os telhados, levando luz para os interiores. Existem ainda as clarabóias tubulares, com uma peça de difusor de raios na ponta extrema.

E, por fim, os sheds ou lanternas, que são como rasgos sob abas de cobertura, “jogando” a luz de forma indireta para dentro dos ambientes – um sistema similar àqueles utilizados em arquiteturas de museus, por exemplo.

#4 Divisórias e coberturas com transparências

Por último, nós devemos lembrar dos átrios, que são estruturas de coberturas – com um, dois ou mais caimentos para uma calha -, que podem ser fechadas com vidro. Esta seria uma excelente solução para o fechamento de lavanderias abertas, jardins de inverno, áreas de piscinas, terraços e mais.

E ainda teríamos a solução das divisórias de cômodos ou os boxes de chuveiro de vidro, que deixam a luz natural passar de uma área para outra sem interrupção, mesmo que as zonas estejam delimitadas por estas barreiras físicas.

Essa estratégia é bastante adotada em projetos de escritórios e outros ambientes comerciais. Lembrando que esse tipo de elemento pode ter partes que abrem e fecham em sistema retrátil – até mesmo controlado com automatização.

Use mais luz natural em sua casa, além de econômico, só traz energias positivas!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

    Comente

    instagram @mobly

    This error message is only visible to WordPress admins

    Error: No posts found.

    Make sure this account has posts available on instagram.com.

    Click here to troubleshoot

    Copyright © 2017 Mobly.com.br. Todos os direitos reservados.