Lar Style

Dicas

Comprar ou alugar um imóvel: o que vale mais a pena?

Seja a escolha permanente ou temporária, é necessário organização na hora de decidir entre comprar ou alugar um imóvel

Quando chega a hora de encontrar um cantinho para chamar de seu, sempre surge a dúvida sobre qual é a melhor opção, afinal esse é um passo muito importante e que pede planejamento. Como cada investimento requer um tipo de organização diferente, além de ter muitas fases antes da tomada de decisão final, reunimos as melhores dicas e pontos importantes para te ajudar a entender qual é a melhor alternativa para você. 

Bora conferir?

 

Leia também: Mudança de casa – Nossas 7 melhores dicas para se organizar

 

É importante já falar logo de início que a resposta não é tão direta, e muito menos limitada a apenas um fator.

Sim, é essencial levar em consideração a questão financeira, mas ela nem sempre pode ou deve ser o ponto determinante. A economia do país, por exemplo, pode influenciar muito nos valores finais e, consequentemente, afetar os seus planos. Da mesma forma, você precisa avaliar a sua estabilidade na carreira, os seus objetivos a curto, médio e longo prazo, e o momento emocional que vive.

Mas vamos por partes!

De olho nos encargos

Taxa Selic. 

Esse é o nome que você precisa ter em mente e também precisa estar atualizado quanto ao valor no momento em que for ponderar entre comprar ou alugar um imóvel.

Isso porque ela está diretamente ligada ao valor da parcela de uma casa ou apartamento novos.

Quando ela está em alta, significa que os juros sobre financiamentos ficam mais salgados, portanto o imóvel pago a longo prazo acaba saindo mais caro. Nesse caso, a melhor opção é alugar e, ao mesmo tempo, aplicar uma quantia em algum fundo de rendimento para investir em um cantinho próprio quando esse encargo despencar.

Com a taxa em queda, comprar se torna uma ótima opção, pois o valor mensal pago em um aluguel é equiparado ao de uma parcela daquele apê dos sonhos!

 

 

Orçamento na ponta do lápis

Após ter uma ideia de como as taxas nacionais de juros podem afetar a sua decisão final, é preciso pensar no óbvio: dinheiro.

A curto prazo, um aluguel pode sair mais barato do que um financiamento, além de te dar a liberdade de poder se desvincular no momento em que o lugar não fizer mais sentido, enquanto um apartamento ou casa podem levar uma, duas, três décadas para serem pagos totalmente.

É uma grande responsabilidade, né?

Avalie minuciosamente se você conseguirá manter esse gasto e também outras despesas que vem com ele, afinal não é só pagar parcelas: há inúmeras pequenas taxas que são somadas e encarecem o valor final. Quando comprado na planta, por exemplo, um apartamento traz ainda quantias extras relacionadas ao aumento de materiais de construção, taxas municipais, encargos da construtora… Ah, não dá pra esquecer da entrada, é claro!

Se não tiver pelo menos 20% do valor total do imóvel para oferecer de início, é melhor esperar um pouco mais. Isso também vale para o pós-compra, pois o ideal é que somente 30% do orçamento familiar seja comprometido com gastos de moradia – não importa se é aluguel ou financiamento.

É preciso muita organização e seriedade, por isso avalie bem suas condições 😉

 

 

Pense além do dinheiro

Apesar do financeiro ser um fator de grande peso na decisão de comprar ou alugar um imóvel, há outros pontos que precisam ser levados em consideração.

Um deles é a estabilidade da sua carreira.

Geralmente, o ideal é que você já tenha alguns anos de experiência e também uma posição consolidada dentro de uma empresa, ou, se for autônomo, que já tenha passado das fases iniciais do empreendedorismo, onde os riscos podem ser maiores.

Tudo isso é importante pois os gastos com moradia são fixos e consomem uma boa parte do orçamento.

Além disso, pondere se você está feliz, se o ambiente onde está é saudável e se o cargo que ocupa é o que pretende fazer pelos próximos anos. Pense em tudo isso, com cuidado.

E no futuro? Você pretende se estabelecer na cidade onde está ou pensa em mudar de local? Nesse caso, prefira alugar, pois essa opção não te “prende” a uma determinada região.

Planos de iniciar uma família também devem ser levados em consideração quando for decidir, ainda mais se for juntar duas rendas. Esse alívio no orçamento pode ser o suficiente para compensar juros de financiamento um pouco mais altos ou permitir a divisão de despesas: enquanto um paga o aluguel, o outro faz uma reserva de dinheiro para eventualmente investir naquele cantinho próprio.

 

Comprar ou alugar um imóvel: um breve passo a passo

  • Faça um balanço das suas finanças: deixe bem definido quanto da sua renda você pode disponibilizar todo mês sem comprometer outras áreas. Lembrando que o ideal é que o valor não passe de 30% do orçamento total.

  

  • Tenha certeza de que terá uma entrada de, no mínimo, 20% para um possível financiamento.

 

  • Se encontrar um bom imóvel para compra, se atualize quanto à taxa Selic e à previsão para os próximos meses. Caso esteja muito alta, o aluguel vai ser uma opção mais interessante a curto prazo.

 

  • Se a taxa Selic estiver em baixa, o valor do aluguel será semelhante ao de uma parcela de financiamento, por isso pode ser que valha a pena investir.

 

  • Tenha certeza de que está em um momento estável na carreira, afinal você irá assumir uma dívida mensal, seja aluguel ou financiamento.

 

  • Também entenda o momento em que está vivendo e tenha uma boa ideia do futuro: se estabelecer em um local e começar uma família devem ser levados em consideração.

 

  • Procure com calma os imóveis na sua cidade! Faça uma lista de desejos e entenda que talvez seja preciso abrir mão de algumas coisas, mas não deixe de escolher um cantinho aconchegante e que seja a sua cara.

 

  • E, claro, quando for mobiliar o seu novo espaço, conte com a Mobly! Algumas dicas você já pode conferir no vídeo que a Karla Amadori fez para o canal Mobilizados:

 

 

 

Apesar de não ser uma tarefa simples, escolher entre comprar ou alugar um imóvel é uma experiência única e que vai marcar a sua vida adulta.

Com as dicas que demos no post de hoje, esperamos ajudar a deixar esse momento mais descomplicado, assim você começa a curtir sua casinha nova muito mais rápido!

    Comente

    instagram @mobly

    This error message is only visible to WordPress admins

    Error: No posts found.

    Make sure this account has posts available on instagram.com.

    Click here to troubleshoot

    Copyright © 2017 Mobly.com.br. Todos os direitos reservados.