Lar Style

Inspirações

Decoração: um bate papo com @dani.homedecor

Daniely Sales, a mente por trás do @dani.homedecor conta sobre sua carreira e dá dicas de decoração para apartamentos pequenos elegantes e estilosos.

dani.homedecor_capa

Em 2018, essa capixaba viu potencial nas redes sociais para montar seu portfólio de arquiteta recém formada, fazer contatos comerciais e expandir os horizontes de sua profissão.

Assim nasceu o perfil @dani.homedecor! De lá para cá, muita coisa mudou e a Daniely Sales se tornou uma referência para qualquer pessoa que deseja decorar com muito charme e elegância seu apartamento compacto.

Dona de um estilo moderno e forte adepta do minimalismo e dos estilos escandinavos e industriais, ela topou abrir as portas do seu apartamento e bater um papo com a gente para mostrar que as vezes menos pode ser muito mais.

Leia também: Decoração: um bate papo com @02apto22

Mobly. O seu perfil no Instagram é recente, você criou no fim de 2018. O que te motivou? 

Dani. Sim, inclusive, antes disso, eu nem tinha Instagram ainda e nem sabia como funcionava esta plataforma. Quando criei a conta, foi pensando em compartilhar como um diário de obras e servir como pesquisa e inspiração para quem estava no mesmo processo e tinha um apartamento pequeno. Como meus planos eram não gastar muito com reforma e móveis planejados por questões financeiras, eu queria ter um registro das soluções que encontrei com móveis prontos e recursos mais acessíveis. Com tudo isso, eu percebi que o perfil poderia se tornar uma espécie de portfólio e enxerguei uma oportunidade de poder ser vista e reconhecida como arquiteta, e as pessoas me contatarem para realizar trabalhos de arquitetura. Enxergo meu apartamento como parte de um aprendizado e experiência das coisas que deram (e as que não deram) certo para aplicar na minha carreira profissional – até porque o ano de 2018 também foi o ano da minha formação. (Resposta longa, né?) haha

M. De lá para cá, você ganhou um monte de seguidores. O que mais mudou na sua vida com isso? 

D. Pois é… O perfil até que cresceu bem, mesmo com meu estilo de blogar, que descobri recentemente que tem o nome de slow blogging. O que mudou foi uma certa visibilidade mesmo, receber propostas para orçamentos de projetos e consultorias. E acredito que seu não tivesse criado esse perfil e continuado no anonimato, isso seria teria um volume bem menor, mesmo que ainda seja bem pouco. Também notei que as pessoas usam o meu perfil pra se inspirarem mesmo. Vejo isso através de mensagens que recebo diariamente, e isso é bem gratificante.

dani.homedecor_1

M. A sua diferença para um grande número de perfis de decoração no Instagram é que, para você, não é só um hobby. Você é formada em arquitetura. Como você decidiu que iria seguir por esse ramo? 

D. Na verdade, foi um processo até descobrir a arquitetura de fato (lá vem textão), a começar pela infância, pois sempre amei visitar casas novas e observar como elas eram, observar os móveis, ver como cada uma era diferente da outra.  Na adolescência, eu peguei gosto pela arte. Sempre gostei de ouvir muita música, tocar um instrumento, desenhar coisas por observação, reproduzir fotografias em desenhos, apresentei peças de teatro por uns anos e participei de um grupo profissional, e tinha o sonho de seguir com a carreira, mas para isso eu teria de me mudar do Espírito Santo, porque aqui viver de arte é meio complicado. Foi então que cheguei ao ensino médio, onde sempre faziam a feira de profissões. Nunca teve o tema arquitetura e, como eu não tinha muito acesso a informação e minha mãe também era leiga nesses assuntos, eu ainda não sabia que existia, então não prestei vestibular para nenhuma faculdade por não me identificar com nenhuma profissão que eu conhecia até então. Me formei com 17 anos, nem emprego eu conseguia e, nesse meio tempo, até fazer 18, comecei a pesquisar profissões relacionadas a desenho – e que dessem dinheiro, claro! haha. Encontrei a arquitetura e, a princípio,  a vi com algo distante da minha realidade por ser um curso caro, mas eu já tinha me apaixonado e decidi recorrer ao curso técnico de edificações para trabalhar na área, ganhar um pouco melhor e conseguir pagar uma faculdade. Comecei a trabalhar na administração de uma empresa e logo ingressei na curso técnico. Me formei e comecei a trabalhar em uma construtora para, então, ingressar na arquitetura.

Leia também: Espaços pequenos: A arte de fazê-los parecer maior

M. Quais dicas você daria para quem está pensando em ingressar na área?  

D. Eu diria que é um curso de muita aprendizagem e muito amplo, o que requer bastante dedicação. Não é um curso difícil, mas você precisa, em primeiro lugar, gostar MESMO e ser dedicado, porque gostar e não ralar não adianta, e não gostar do curso e entrar pra ver como que é  vai te deixar com muita raiva do curso haha. Tem que estar disposto a abrir mão de muitas coisas, como finais de semana, passeios em família e, principalmente, noites de sono. Preciso alertar também que o mercado é muito fechado e que emprego na área para recém-formados é muito difícil, e a maioria opta em seguir com as próprias pernas na carreira, o que também pode ser frustrante. Lembrando que o curso de Arquitetura e Urbanismo é muito diferente de design de interiores. Se você gosta só de decoração, vai se frustrar também, porque pouco se vê sobre interiores nesse curso.

dani.homedecor_3

M. Outro diferencial dos seus projetos é que você planeja tudo para um espaço pequeno, um apartamento de 36m². Já que essa é uma tendência cada vez maior em novos imóveis, conta para gente como você faz para aproveitar os espaços que você tem com elegância.

D. Ah, obrigada. O que eu faço é o que uma boa arquiteta precisa fazer: ter sempre uma trena na mão.  Medir muito bem os espaços e pensar nas coisas que serão bonitas, mas também funcionais no dia a dia. Nos ambientes pequenos, sempre digo que é importante pensar, em primeiro lugar, no que vai atender as pessoas que moram naquele lar, e deixar as visitas com o espaço que sobrar, porque é aí que muitas pessoas acabam pecando e comprando móveis grandes demais e o espaço acaba ficando apertado.

M. Quais estilos ou peças têm sempre portas abertas na sua casa?  

D. Eu adoro o estilo minimalista, moderno, escandinavo, industrial  e acho bacana como eles podem se misturar.  As peças que gosto são aquelas sempre com acabamentos mais retos mesmo e, principalmente, se eu puder usar o mesmo item de formas diferentes.

M. E quais estilos ou peças não entram na sua casa na sua casa nem pintados de ouro? 

D. Na minha casa, as peças grandes não entram nem se eu quiser haha, mas, com certeza, aquelas com muitas informações e cores pesadas não estariam na minha lista, até porque eu enjoo fácil das coisas. Inclusive, essa é uma dica também. E quanto ao estilo, atualmente o clássico, eclético e campestre não estão na minha lista de favoritos.

M. No momento, qual cantinho da sua casa é seu grande xodó? Por quê?

D. Acho que não tenho um preferido porque cada um desempenha um papel diferente, e cada cantinho montado  é uma conquista, né. Mas posso dizer que a visão que eu mais gosto é a que pega a sala de jantar, estar e cozinha… Acho que elas se conversam muito bem e que consegui um resultado bem bacana.

M. Essencialmente, o que você acha que compõe uma boa decoração? 

D. Eu acredito que uma paleta de cores bem definida e estilos que combinem é o segredo para se conseguir decorar um ambiente com maestria. Pois você consegue restringir um pouco a lista de opções, e isso ajuda na hora de fazer as pesquisas e escolher o que vai compor seu ambiente.

M. Falta de grana é um obstáculo na hora de dar um upgrade na decoração? 

D. Acredito que colocar a mão na massa ajuda muito a economizar na hora de renovar a decoração e até mesmo fazer pequenas reformas. As redes sociais ajudam muito nisso, sempre tem alguém ensinando a fazer algo que você esteja imaginando. Só saber pesquisar que nessa internet se encontra de tudo. O negócio é ter disposição.

Leia também: Nossos 8 melhores DIYs (e uma surpresa) para te tirar do tédio

M. E você está aproveitando esse período de isolamento para mudar algo ou organizar na sua casa?

D. Com certeza! Sobra tempo para ver o que realmente é útil e o que está só ocupando espaço. O desapego nesse período rolou bastante. A mudança mais marcante foi minha parede de tijolinhos da sala de jantar e o up da décor do escritório/ quarto de visitas. O único problema de ficar tanto em casa é que chega uma hora que você quer mudar tudo, e não há dinheiro que sobreviva. Haha

dani.homedecor_4

M. Em termos de decoração, o que tem feito sua cabeça ultimamente? 

D. O estilo minimalista moderno mexe muito com com meu coração. A ideia desse estilo é ter apenas o necessário para que os espaços tenham boa funcionalidade. As cores são neutras, com predominância de branco, preto e cinza, além da iluminação natural. Móveis elegantes e simples com linhas finas e retas são meus preferidos, detalhes em metal preto. Uma decoração contida, mas marcante.

M. O que você espera para futuro? O que seus seguidores podem esperar do @dani.homedecor?

D. Espero que um dia a arquitetura seja minha principal fonte de renda, trabalhar só com meus projetos e de fato ter meu escritório, ou até mesmo trabalhar para uma empresa. O desejo é ter meu tempo dedicado a isso. Fazer os vídeos em parceria com a Mobly me fez ter um outro desejo que é ter uma espécie de programa, um canal, um espaço na qual eu possa falar de arquitetura também em vídeo. Seria incrível! E quanto aos seguidores, eu não sou de muitas promessas, mas eles podem esperar que eu continue compartilhando as novidades e soluções que eu fizer em casa, dicas de decoração – o que já compartilho mesmo. E se um dia eu conseguir de fato trabalhar só como arquiteta, é certeza que tenham mais dicas de decoração e exemplos de mais projetos no feed. s2

Gostou de conhecer mais sobre a vida e a decoração da Dani? Então aproveita e dá um follow nela e na gente também!!! : )

E deixa aqui nos comentários o que você faz para dar a sua cara para seu apartamento compacto.

    Comente

    instagram @moblybr

    Instagram

    Instagram did not return a 200.

    Follow Me!

    Copyright © 2017 Mobly.com.br. Todos os direitos reservados.